18 de outubro de 2021

Do bit Ao Byte

Embarcados, Linux e programação

Ubuntu Focal – cedilha (“Ç”) Problema com teclado

servidor DHCP | renomear a interface de rede | nativamente remotamente | cedillha tutorial mod_rewrite | heartbeat ou ucarp | compilar o kernel

Esse tipo de artigo eu detesto escrever; “configurar a cedilha “. Quando acontece esse tipo de problema primário com o sistema, meu sangue ferve. Lembro-me da época em que o Linux não tinha suporte ao teclado ABNT2, então tínhamos que escrever o mapa. Até aí estava Ok, estávamos nos anos 90, nada funcionava direito em lugar nenhum, até para um gravador de CD IDE eu tive que recompilar o kernel fazendo emulação de dispositivo SCSI. Mas o Linux chegou a um ponto que ficou mais fácil do que Windows para utilizar – até a chegada do Ubuntu, que foi o marco histórico para o Linux começar a cair em desgraça. Fugiu dos padrões LSB, modificou serviços essenciais da inicialização do sistema, criou uma interface lixo e daí por diante. Como se não bastasse, o LiLo, antigo gerenciador de boot do Linux que rodava até jogo e animação antes do boot, foi substituído pelo obscuro GruB. E em pleno século XXI, vejam só, voltamos a ter problemas com teclado. Na versão anterior foi problema com DNS.

Como configurar o cedilha no teclado inglês internacional

cedilha
Saudade da cedilha

Tenho um notebook gamer, teclado inglês. Logo, tenho que configurar o teclado inglês internacional para poder escrever em português. Só que ao atualizar o sistema do Ubuntu Disco para Ubuntu Focal, lá se foi a configuração do teclado. Invés de colocar o cedilha embaixo do C, passou a colocar em cima. Em que inferno de idioma se usa acento agudo sobre o C? Será que é tão comum assim? Enfim, tive que dar uma mexida no sistema, então comece garantindo o acesso de root:

sudo su

Edite os arquivos:

/usr/lib/x86_64-linux-gnu/gtk-3.0/3.0.0/immodules.cache
/usr/lib/x86_64-linux-gnu/gtk-2.0/2.10.0/immodules.cache

Use o editor de sua preferência. Se não souber os nomes deles, digite “xdg-open”precedendo o nome do arquivo a editar. Procure a linha “cedilla” e inclua en ao final:

"cedilla" "Cedilla" "gtk30" "/usr/share/locale" "az:ca:co:fr:gv:oc:pt:sq:tr:wa:en"

Faça isso em ambos os arquivos. Depois, mude o compose:

sed -i /usr/share/X11/locale/en_US.UTF-8/Compose -e 's/ć/ç/g' -e 's/Ć/Ç/g'

Reinicie o sistema e deve funcionar. Que desgosto desse sistema.

 

Revisão: Ricardo Amaral de Andrade