Review do Raspberry Pi 4 4GB

Eis meu primeiro review do Raspberry Pi 4 4GB! Vou começar discorrendo sobre a placa em si, tentando conter a empolgação ao apresentá-la.

Características da Raspberry Pi 4

Começando pelas dimensões, ela é um pouquinho só mais larga que a Raspberry Pi 3, mas a furação é a mesma.

Uma coisa que achei curiosa é em relação aos slots de display e câmera, que voltaram a ser iguais ao do Raspberry Pi 1.

Já faz um tempo que a placa saiu e provavelmente você deve saber bastante sobre ela, mas não posso deixar de citar as portas HDMI. Pensei que fossem mini, mas são micro HDMI, atente-se a isso na hora de comprar os cabos. Na placa vem marcadas como HDMI0 e HDMI1.

A alimentação agora é por cabo USB-C e (também como já deve saber) a implementação não foi feita obedecendo todos os critérios definidos no padrão, por isso não é qualquer cabo USB-C que vai funcionar. Não foi um “erro sem querer”, o projeto foi concebido dessa maneira, compartilhando um resistor de 5.1Kohms, quando cada um dos pinos “CC” da USB-C deveriam ter seu próprio resistor para estar dentro do padrão e não foram feitos testes efetivos que pudessem prever a incompatibilidade. A solução é simples; cabos com marcação “E” (ou “e-marked“, como li em todas as referências a respeito) não devem ser usados.

O conector jack está lá do mesmo modo, ao lado do conector da câmera, sem novidades.

Assim como na Raspberry Pi 3 B+, ela possui pinos para PoE (Power over Ethernet). É uma forma de alimentar o Raspberry sem a necessidade de um cabo USB-C. Existe um hat para isso, mas ele tem contrapartidas. Além disso, para utilizar PoE é necessário que o cabo esteja conectado a um switch que forneça a alimentação de 5V@2.4A. Não adianta querer usar seu roteador WiFi porque não vai funcionar.

Na barra de pinos mantem-se o padrão, apenas adicionados um barramento extra para I2C, SPI e UART.

Raspberry Pi 4 4GB - pinout

Raspberry Pi 4 – Specs

Vamos um pouco mais a fundo em informações interessantes.

Começando pelas portas HDMI, podemos conectar dois monitores 4K, o que é realmente impressionante, considerando o processamento de vídeo.

O modelo utilizado nesse artigo é o de 4GB de RAM, mas tem outros dois modelos, com 2GB e 1GB.

A ethernet  é Gigabit, portanto até 125MB de throughput na porta de rede.

Continua tendo 4 portas USB, mas agora duas são USB2 e duas são USB3. Desde o Raspberry Pi 3B+ o suporte a boot pela USB é nativo, mas na Raspberry Pi 4 é uma vantagem extra, considerando que podemos colocar um SSD na USB3 e ganhar com baixo consumo e velocidade da porta.

Raspberry Pi 4 specs

Temos nela uma BCM2711 quad core Cortex-A72 (ARM-V8) de 64 bits em 1.5GHz. A memória supracitada, conforme o modelo.

Sua placa WiFi suporta ambos, 2.4GHz e 5GHz. Bluetooth 5 BLE.

Compatibilidade total com os pinos de GPIO.

A recomendação mínima para alimentação é 3A via porta USB-C ou header GPIO. Isso significa que invés da porta USB podemos usar uma fonte chaveada do tipo “gaiola”. Quero ver aparecer raio amarelo!

Para alimentação por PoE é necessário adquirir um hat PoE.

A temperatura de operação recomendada é de 50 graus. Se você estiver no Rio de Janeiro ou em Goiás, já deve estar perto do limite com ela desligada. Refrigeração e dissipadores são altamente recomendados!

Uma fonte de 2.5A pode ser utilizada “caso” os periféricos consumam menos de 500mA no total, mas convenhamos que queremos processamento; machine learning, emuladores e todo o tipo de coisa divertida.

Sistema operacional para Raspberry Pi 4

É um novo processador, uma nova GPU e tudo o mais é diferente, por isso é claro que seria necessário um sistema operacional compatível. Por isso, a versão Buster do Raspbian foi lançada, tendo compatibilidade com todas as versões anteriores do Raspberry.

Normalmente o que muda é o background, mas dessa vez o sistema recebeu uma nova aparência também, estando com um visual mais moderno e agradável.

Novo desktop do Raspbian Buster - Raspberry Pi 4

No Raspberry Pi 4 é usado o driver GL por padrão para o vídeo. Se houver alguma razão para isso, o driver pode ser modificado no programa raspi-config.

Já vi dúvidas a respeito, então vou citar; não é possível utilizar o HDMI e o vídeo análogo ao mesmo tempo. E para quem não sabe, o vídeo análogo sai pelo jack.

A resolução de 4k@60fps está desabilitado por padrão devido ao consumo de recursos excessivo que requer clock, resultando em aquecimento demasiado e aumento no consumo de energia. Se estiver devidamente refrigerado (cooler e dissipador), sinta-se a vontade para habilitar essa resolução – mas não se esqueça da fonte; corrente, muita corrente!

Uma outra coisa importante a citar e que ainda é dúvida para pessoas sem conhecimento técnico em eletrônica é essa relação de tensão e corrente. A tensão no Raspberry deve ser invariável, mantendo-se em 5V. Já a corrente é consumida sob demanda, não há problema algum em usar uma fonte de 5V@30A como a da imagem abaixo, por exemplo. Eu vou utilizar exatamente essa fonte da imagem, porque alimentar com menos recursos do que o suficiente, aí sim, queima a placa.

ótima fonte para Raspberry Pi 4

Onde baixar o Raspbian Buster para Raspberry Pi 4?

Como citei anteriormente, o Raspbian Buster tem retro-compatibilidade, portanto o lugar para baixar o sistema é o mesmo.

Corrente máxima na USB

A porta USB fornece até 1.2A, mas lembre-se de que a fonte deve comportar todos os periféricos além da própria placa.

Suporte a CEC

Podemos também controlar algumas funções do Raspberry pelo controle remoto da TV, quando interconectados através do recurso chamado CEC. O cabo HDMI deve dar suporte ao recurso. Em minha TV utilizo o BBCM para assistir TV (porque antena interna não funciona e o conector da externa sai em outro ponto da sala onde a TV não está – assisto TV aberta, nada de pirataria).

Nenhuma configuração é necessária.

Tudo o que você precisa saber sobre o Raspberry para evitar problemas

Bem, talvez não seja “tudo”, mas com certeza vai lhe garantir muito mais segurança do que partir do nada, contando com a sorte.

Veja esse artigo “Dicas, dúvidas e erros comuns”, atualizado para todas as versões do Raspberry.

Curso de Raspberry Pi

Se estiver procurando por um curso, que sorte! Eu tenho um na Udemy, que pode ser adquirido com desconto através desse link (que expira em 5 dias, portanto, seja breve).

Onde comprar Raspberry Pi 4?

E adivinhe quem trouxe? Pra variar, mais uma vez a  MASUGUX desbravando caminhos e trazendo para nós makers os produtos top de linha e novidades como a ESP32-CAM, que é um espetáculo para usar inclusive com IA.

Vídeo de review

Pode levar um ou dois dias para eu editar o vídeo, mas basta assinar nosso canal DobitaobyteBrasil no Youtube, clique no sininho para receber notificações e não esqueça de deixar seu like quando for notificado!

Djames Suhanko

Djames Suhanko é Perito Forense Digital. Já atuou com deployer em sistemas de missão critica em diversos países pelo mundão. Programador Shell, Python, C, C++ e Qt, tendo contato com embarcados ( ora profissionalmente, ora por lazer ) desde 2009.

2 comentários em “Review do Raspberry Pi 4 4GB

Fechado para comentários.