Raspberry

Rádio pirata FM com Raspberry Pi

Por acaso encontrei um artigo tutorial bem simples sobre como fazer uma rádio pirata FM com Raspberry. Achei interessante, mas queria saber a origem do projeto. Pesquisei um pouquinho e, meu caro, está cheio de artigos com o PiFM. A parte triste é que o projeto não é mais mantido, mas ainda está disponível. Sabe o que você precisará de hardware? Apenas o Raspberry!

Rádio Pirata FM

Não tem como não dizer que é pirata; não é permitido fazer transmissão sem autorização e é justamente isso que o PiFM faz. Já pensou se ele começar a interferir no rádio dos vizinhos? Por exemplo, no rádio daquele seu pobre vizinho que se diverte ouvindo m3rd4 no último volume? Então, crianços, não façam isso em casa. Só se quiserem.

Primeiramente, clone o repositório do projeto. Já que não é mais mantido e pode ir para o beleléu, eu fiz um fork do fork do fork…

…e coloquei junto aos meus outros projetos no GitHub. Clone-o:

A recomendação é que se coloque um fio (um belo de um “jumperzão”) entre 20 e 70 centímetros de comprimento no GPIO4 – pino 7 no header – para que atue como antena. Faça o ajuste de um rádio na frequência de 103.03MHz.

Rádio pirata

Na versão atual, podemos tocar som estéreo, como no exemplo abaixo:

Daí pra tocar mp3, basta usar o ffmpeg (já fiz alguns artigos a respeito, vale dar uma olhada no superres, pra fazer super-resolução tipo CSI).

Nesse comando, passa-se o arquivo de entrada, formato, frequência e canais, então a saída é direcionada para o PiFM através do pipe.

Supondo que queira tocar a partir de um microfone USB:

Agora imagine utilizar o microfone dos artigos anteriores com ESP8266 ou ESP32 para fazer streaming e passar para sua rádio pirata FM com PiFM?

Dá pra brincar um bocado! Faremos, não se preocupe.

Mudar a frequência do broadcast

Espero que saiba o que é um broadcast, senão dê uma lida nesse artigo. Aproveitando, não confunda com multicast, nem unicast. Esse último é apenas uma origem para um destino e o multicast é um “broadcast multiplexado”. Matéria chata de tecnologia em redes de computadores, mas essencial.

Para selecionar outra frequência, por exemplo 100MHz, pelo aplicativo de linha de comando, basta proceder o comando com a frequência nesse formato:

As frequências de FM estão normalmente entre 88MHz e 108MHz, mas é possível transmitir entre frequências de 1MHz até 250MHz. A maioria dos rádios sintonizam o sinal pelo multiplo de 0.1MHz, o que pode servir de base para sua brincadeira.

Alcance do belíssimo Rádio Pirata FM

Já foi testado a uma distância de 50 metros, passando por paredes. A qualidade do som é aceitável, mas não é incrível. Quando a CPU pega outra tarefa que consuma tempo, uns clicks podem ser ouvidos no meio do áudio.

A melhor frequência para uso de verdade é 103.325MHz ou 103.275MHz, onde o som ficará limpo. Meu propósito é outro, só pra constar.

Compilar PiFM

Simples demais. Após entrar no diretório clonado que terá o nome pifm, digite:

Lembre-se sempre de usar o programa como sudo, devido ao tipo de acesso que o programa fará ao hardware.

Utilizando PiFM com Python

Isso não é realmente uma biblioteca, tende mais a uma gambiarra, mas de dentro do diretório do projeto você pode utilizá-lo como um recurso com apenas duas linhas:

Particularmente, acho mais adequado usar uma chamada system() se for pra usar assim.

Onde comprar

Se quer comprar Raspberry para esse projeto, recomendo do nosso parceiro CurtoCircuito. Lá você encontra também fonte para Raspberry e cartão SD.

Vídeo

Em breve coloco o video no canal DobitAoByteBrasil no Youtube. Aproveite para se inscrever no canal, clique no sininho para receber notificações e deixe seu like como recompensa pelo esforço, ok?

Até a próxima!