esp8266

ProgESP – Programador ESP-01 da WalProj

Programador ESP-01

Por mais impressionante que pareça, ainda hoje muitas pessoas não sabem que o ESP-01 pode ser utilizado de forma independente. Isto é, não é um “acessório” para utilizar com Arduino; no máximo, um auxiliar. Claro que para usá-lo standalone é necessário programá-lo, e para isso a WalProj criou esse confortável programador ESP-01, que além de gravá-lo, permite sua utilização antes que seja removido para uso em um projeto.

ProgESP – O programador ESP-01

Apesar de existirem outras versões mais parrudas do ESP8266 (além do ESP32), o ESP8266-01 é essencial para diversas ocasiões, principalmente para acionamento de relés utilizados em controle de iluminação independente, pois cabe tranquilamente dentro de uma caixa de tomada. Mas certamente o que mais incomoda em utilizá-lo é a forma direta de gravação, que em muitos usuários ainda causa dúvidas quanto ao wiring. Mas não se preocupe, a melhor solução para esse problema já existe, e é verde-e-amarelo!

Programador ESP-01 - back side

ESP-01

Esse programador ESP-01 da WalProj foi feito para facilitar a vida de quem programa. Logo adiante do ESP-01 temos todos os pinos dispostos em uma barra de pinos vermelha, para o caso de você querer utilizar o acesso de outro modo que não através do FTDI. Isso é bom também porque podemos utilizar esse header para jumpers da MASUGUX, que derruba o tempo de wiring de 8 fios para como se fosse apenas 1.

GPIO

Além disso, à direita encontram-se os pinos úteis e necessários, na barra de pinos amarela. Lá estão dispostos os pinos de GPIO do ESP-01 e o GND para fazer a conexão de ground comum com outro circuito.

Modo de operação

Na chave logo abaixo dos pinos de GPIO escolhemos o modo de operação, sendo gravação ou uso. Isso é fundamental, pois imagine ter que gravar o ESP-01, então ter que tirá-lo do gravador tradicional e conectá-lo a outro circuito para experimentação. Isso consome um tempo considerável, caso haja a necessidade de diversos testes. Com esse recurso de modo de gravação e operação, fazemos todos os testes na própria placa, de forma confortável e ágil. Também é necessário reiniciar o ESP-01 em modo de gravação e posteriormente, para utilizá-lo, certo? Ok, o botão de reset está logo abaixo da chave de gravação.

FTDI

A placa possui um LED de status, que fica próximo ao header do FTDI. Onde está o header do FTDI? Oh, claro, quase me esqueço de falar. Está embaixo da fonte, que permite a utilização do ESP-01 na própria placa de gravação, podendo ser utilizada como destino final para o ESP-01. A fonte deve receber tensão entre 9V e 12V e embaixo dela tem um regulador de tensão para 3V3 – nível lógico do ESP-01. E não acaba por aí. A fonte disponibiliza VCC e GND, então pode considerar tranquilamente o acionamento de dispositivos que necessitem de tensão correspondente à alimentação da fonte, como por exemplo, relés 12V. Ainda, os pinos do FTDI continuam disponíveis sobre a fonte, de modo que podemos dispensar a alimentação da USB e usar o FTDI ainda que com a fonte alimentando o circuito.

Nada como uma placa que contemple a necessidade real dos makers, hum?

Aproveite também para conhecer a Waldunano, da qual discorri a respeito no artigo anterior.

Onde comprar?

Essa e outras placas da Projetos Eletrônicos podem ser adquiridas diretamente no site oficial, através desse link. Não deixe de conhecer a linha de produtos da WalProj, projetos de maker para maker.

Até a próxima!