ArduinoMIPS

Primeiro acesso ao Linux do Arduino Industrial 101

arduino industrial 101

Já apresentei a board nesse outro artigo, agora é hora de começar as brincadeiras. E tem muito a mostrar, mas antes de “transformarmos” o nosso Arduino Industrial 101 em um Linux, vamos à primeira configuração, o WiFi. A partir do momento em que tivermos o WiFi funcionando, teremos acesso ao sistema Linino da MIPS contida nessa board. Depois disso, não precisaremos mais acessar o sistema diretamente, pois temos uma API para utilizá-lo em nossos sketches! Porém, se desejar utilizar nativamente o poder do sistema contido na MIPS, não há impeditivos para isso.

Conectar o Arduino Industrial 101



Conecte à USB de seu computador, ou a um powe bank. Só não coloque nada diferente de 5V nele.

Após iniciar o boot, deverá aparecer algo como Linino-XXXXXXX em suas conexões de rede. Conecte-se a essa rede e então abra o browser no endereço http://linino.local ou http://192.168.240.1. Quando a conexão acontecer, um LED azul no canto da placa começará a piscar.

Ao abrir a página no browser, será solicitada a senha. Digite doghunter. A tela inicial é essa:

Primeiro acesso ao Linux do Arduino Industrial
Primeiro acesso ao Linux do Arduino Industrial

Acessando as configurações, você pode mudar o nome da board, senha, timezone (para ajustar a hora conforme a região do mundo em que estiver). Também pode configurar  os parâmetros de rede, conectando-o à sua rede local. Foi o que fiz, assim fica fácil interagir com ele enquanto estou conectado à minha rede WiFi.

Primeiro acesso ao Linux do Arduino Industrial

Também tem a opção de uma API REST para acessar o dispositivo da web e parâmetros avançados de rede.

Parâmetros avançados de rede

Nesse menu temos as informações mais diversas do sistema, configuração de firewall, roteamento, logs do sistema, processos e gráficos de tempo real. É um verdadeiro roteador. Ele possui um servidor NTP para ajuste de hora na web, que está no menu de sistema, onde montes de outros recursos estão disponíveis. O gerenciamento de serviços também pode ser feito pelo browser, fizeram uma interface incrível para o sistema!

Com o agendador de tarefas, podemos executar periodicamente uma tarefa e desse modo fazê-lo funcionar como um timer. Enfim, os recursos são tantos que não dá pra discorrer sobre tudo que ele possui.

Primeiro acesso ao Linux do Arduino Industrial

O usuário padrão do sistema é root e a senha é a mesma do WiFi. No menu System > Administration você pode reconfigurar a senha e também habilitar o serviço ssh para acessar pelo Putty ou por ssh pelo Linux. Se estiver utilizando Linux, melhor. Eu fiz um programa que faz o login automaticamente no sistema, em um próximo artigo veremos como interagir com a placa sem precisar fazer troca de chaves de autenticação e assim podemos criar nossos robôs de rede fazendo login com usuário e senha!

Modos de operação

Você pode configurá-lo como access point, client, ad-hoc e mais diversos modos que estão no menu Network > WiFi

Acesso por SSH

Se você habilitou o acesso por ssh, poderá conectar-se a ele com o usuário root e a senha que definiu. Ao abrir a conexão, o shell deve mostrar algo assim:

Primeiro acesso ao Linux do Arduino Industrial

Onde comprar

O melhor preço que você vai encontrar certamente é em lojas virtuais. E o melhor preço você vai encontrar nesse link do Baú da Eletrônica.

Próximo passo

Agora vamos começar a brincar com o Arduino. Já estou iniciando o próximo artigo agora mesmo, acompanhe!

Siga-nos no Do bit Ao Byte no Facebook.

Prefere twitter? @DobitAoByte.

Inscreva-se no nosso canal Do bit Ao Byte Brasil no YouTube.

Nossos grupos:

Arduino BR – https://www.facebook.com/groups/microcontroladorarduinobr/
Raspberry Pi BR – https://www.facebook.com/groups/raspberrybr/
Orange Pi BR – https://www.facebook.com/groups/OrangePiBR/
Odroid BR – https://www.facebook.com/groups/odroidBR/
Sistemas Embarcados BR – https://www.facebook.com/groups/SistemasEmbarcadosBR/
MIPS BR – https://www.facebook.com/groups/MIPSBR/
Do Bit ao Byte – https://www.facebook.com/groups/dobitaobyte/

Próximo post a caminho!

One comment
  1. Daniel Cabral

    Boa tarde! Estou comentando neste artigo porque no seguinte não encontrei a opção de inserir comentário. Mesmo após a atualização do opkg os pacotes arduinoos e ciao não são encontrados. Os comandos para instalação do Ciao Core não estão funcionando. Depois de procurar muito encontrei no GitHub os fontes do Ciao Core, porém não existe qualquer documentação sobre sua instalação manual. Pelo que entendi o projeto do CIAO foi descontinuado e praticamente não existe mais qualquer documentação. Sabe dizer como faço para instalar o CIAO no Linino? Como encontro o pacote ciao ou então como faço para instalar tudo manualmente e executar o serviço (daemon)? Desde já agradeço a atenção!

%d blogueiros gostam disto: