6 de dezembro de 2021

Do bit Ao Byte

Embarcados, Linux e programação

MH-Tiny – Um “Nano” que não é Arduino

MH-Tiny - Device reports version as 2.2

Eis que recebi minha diminuta MH-Tiny, um Attiny88, que é uma MCU também Atmel (agora da Microchip). Na parte de trás da placa está estampado MH-ET LIVE e o pinout do header de 6 pinos. Ela roda em 16MHz e seu nível lógico é 5V. Pode ser alimentado pela USB ou externamente, com recomendação de fonte externa entre 7V e 12V. A seleção da fonte de alimentação é automática, portanto um pack de bateria como fonte externa garantirá um backup em queda de tensão.

Essa placa tem todas as características satisfatórias para quem quer usar algo que não chame “Arduino”, sem perder a simplicidade do uso da IDE do Arduino. Ela tem 26 pinos de I/O, 2 usados para a USB. Possui 8k de memória Flash, sendo que aproximadamente 2k fica para o bootloader. Possui os barramentos padrão I2C, SPI, 2 pinos com PWM por hardware e o restante pode ser por software. E veja só, uma placa mínima como essa ainda conta um um ADC em 8 pinos. Nada mal, hum? Tem também um LED de status e o LED de alimentação. Ao ligá-la, já inicia-se um blink e daí sabemos que tudo está bem com a placa.

Seu tamanho é idêntico ao Arduino Nano, com a vantagem do conector ser micro-usb, dispensando os raros cabos mini-usb que atualmente são um padrão azul-feio de material rígido e de curto comprimento.

Pinout da MH-Tiny

O pinout da placa é esse:

Programação

Não haverá surpresas para usá-la na IDE do Arduino, basta colocar a URL abaixo em Arquivos > Preferência > Aditional Boards Manager:

https://raw.githubusercontent.com/MHEtLive/arduino-boards-index/master/p
ackage_mhetlive_index.json

Depois procure no gerenciador de placas por “attiny88”, “T88” ou “AVR”. Mas se preferir algo turbinado para consumir menos no bootloader e ainda ter acesso de escrita na Flash durante a execução de seu programa, siga o procedimento desse artigo.

Outra opção é utilizar o PlatformIO em sua IDE preferida. Costumo usar o vscode como IDE, que é bem superior à IDE do Arduino, mesmo a 2.0. Se ainda não está sabendo da IDE 2.0, veja esse vídeo.

Onde comprar a MH-Tiny MH-ET LIVE Attiny88?

Muitos nomes pra uma placa só, mas ela merece. Essa placa está disponível em um dos gigantes de embarcados que sempre recomendo; a CurtoCircuito. Vou chamá-la nesse link de MH-ET LIVE.

No próximo artigo relacionado vamos ver algo muito, muito interessante com essa placa, acompanhe que pelos próximos dias teremos muitas novidades!