ESP8266 alá Arduino com Sming em um Container

Já escrevi algumas vezes sobre o Sming, que lhe dá a possibilidade de utilizar as libs do Arduino para colocar as coisas pra funcionar rapidamente, e tenho escrito muito sobre MicroPython. Bem, chegou a hora de brincar com C++ novamente e para isso resolvi compilar um novo firmware Sming para esse artigo. Só que ao acessar o github, vi a opção de utilizar um container com tudo pronto e claro! Vamos de container.

Container docker

Se não se incomoda com leitura em inglês, pode seguir o tutorial a partir desse link do github para Windows ou MAC. Se utiliza Linux, não há razão para não continuar daqui, não é mesmo?




O primeiro passo é instalar tudo o que for necessário. Faça-o assim:

sudo apt-key adv --keyserver hkp://keyserver.ubuntu.com:80 --recv-keys 36A1D7869245C8950F966E92D8576A8BA88D21E9
sudo sh -c "echo deb https://get.docker.io/ubuntu docker main > /etc/apt/sources.list.d/docker.list"
sudo apt-get update
sudo apt-get install lxc-docker

Para não precisar executar o container como root, adicione seu usuário ao grupo docker:

adduser seuUsuario docker

Agora baixe  image:

docker pull kireevco/sming-docker:latest

No próximo comando tem algumas informações importantes sobre o docker. Se você não se satisfaz somente executando comandos e gosta de saber o que significa, sugiro a leitura desse outro artigo onde falo um pouco sobre docker.

Esse comando basicamente cria um container a partir da imagem que você baixou anteriormente, exportando algumas portas para acesso externo, além de alguns diretórios compartilhados. Além disso, faz passthrough do dispositivo /dev/ttyUSB0.

docker run -d --name esp -p 8180:80 -p 8122:22 -p 4075:4075 \
-p 10000:10000 -v ~/.ssh:/root/.ssh -v \
~/my_workspace/esp8266:/root/workspace:rw --device=/dev/ttyUSB0 \
kireevco/sming-docker

Leva um tempo até que tudo esteja pronto, tome um café ou, se maior de 18, uma de minhas cervejas artesanais. Não conhece? Pode adquirir comigo (essa semana, só Weiss).

Weiss e Witbier
Weiss e Witbier

Ah, se você optou por compartilhar o dispositivo serial, lembre-se que antes de rodar o docker, você deverá obrigatóriamente que ter o dispositivo (seja lá qual for) conectado à USB para que o dispositivo /dev/ttyUSB0 seja criado.

Quando finalizado, você deve conseguir ver seu container rodando com o comando:

docker ps

Agora vem a parte fabulosa! Abra seu browser em http://localhost:8180. Bem-vindo ao Cloud9!

Uma segunda opção seria o NetBeans, que pode se conectar ao container e fica bem bacana também, mas vamos deixar para o próximo artigo, inclusive os exemplos. Prepare seu ambiente e acompanhe aqui no site.

E para finalizar; quando você reiniciar o computador, para reiniciar o docker dessa vez o comando é mais simples:

docker start esp

Fácil, hum?

Inscreva-se no nosso newsletter, alí em cima à direita e receba novos posts por email.

Siga-nos no Do bit Ao Byte no Facebook.

Prefere twitter? @DobitAoByte.

Inscreva-se no nosso canal Do bit Ao Byte Brasil no YouTube.

Nossos grupos:

Arduino BR – https://www.facebook.com/groups/microcontroladorarduinobr/
Raspberry Pi BR – https://www.facebook.com/groups/raspberrybr/
Orange Pi BR – https://www.facebook.com/groups/OrangePiBR/
Odroid BR – https://www.facebook.com/groups/odroidBR/
Sistemas Embarcados BR – https://www.facebook.com/groups/SistemasEmbarcadosBR/
MIPS BR – https://www.facebook.com/groups/MIPSBR/
Do bit Ao Byte – https://www.facebook.com/groups/dobitaobyte/

Projetos Arduino e Eletrônica – https://www.facebook.com/groups/projetosarduinoeletronica/

ESP8266 BR – https://www.facebook.com/groups/ESP8266BR/

Próximo post a caminho!

Djames Suhanko

Djames Suhanko é Perito Forense Digital. Já atuou com deployer em sistemas de missão critica em diversos países pelo mundão. Programador Shell, Python, C, C++ e Qt, tendo contato com embarcados ( ora profissionalmente, ora por lazer ) desde 2009.