ESP32

ESP32-CAM – ESP32 com câmera intercambiável

Fazia um tempo que não saia uma novidade de derrubar da cadeira, mas enfim, 2019 promete! O ESP32-CAM é o modelo mais compacto da nova geração de placas com ESP32, contendo um slot para acoplamento da câmera e um slot micro-SD para gravar dados (não necessariamente imagem apenas).

Onde comprar

Já vá abrindo outra aba aí no browser e veja se o produto ainda está disponível, porque se você chegar ao fim desse artigo sem ter uma, a depressão vai bater forte!

Você pode comprar a ESP32-CAM no nosso parceiro MASUGUX, que sempre traz coisa nova. Inclusive, recomendo a lista de produtos deles, para que você possa acompanhar periodicamente e ser um dos primeiros  a adquirir as novidades.

Características

O processador do ESP32-CAM é o tradicional ESP32 com 4M de PSRAM – uma memória RAM SPI externa.

Suporta as câmeras OV2640 e OV7670, intercambiáveis. Tem modelos dessas câmeras com grande angular inclusive, resta que encontremos para venda. Ao lado da câmera tem um LED maior para servir de flash.

Ela possui também um encaixe para antena externa, com propósito de aumentar o alcance.

Possui um slot de cartão micro-SD, ao que parece, de tamanho máximo de 4GB. Farei testes e se for o caso, tentarei contornar a limitação de uso de outros cartões (mas não a limitação de tamanho).

A câmera suporta 3 resoluções nativas, sendo UXGA (1600×900), SVGA (800×600) e CIF (formato que varia em CCTV: 252×288 em PAL e 252×240 em NTSC). Só por curiosidade, de quiser ver alguns dos formatos existentes,  peguei um link da wikipedia que encontrei em uma rápida pesquisa. Não tem todos mas ajuda.

O formato jpg só é suportado na câmera OV2640, mas suporta também o formato bmp e a imagem pode ser passada para grayscale. Isso será muito útil, como veremos em outros artigos.

A alimentação se dá pelo header, no pino 5V.

Consumo de energia

É importante considerar esses fatores para definir a fonte de alimentação para o ESP32-CAM, afim de evitar os mais diversos tipos de problemas, às vezes sem vestígios. Por favor, atente-se a isso.

Por padrão, o flash está desligado, mas isso você pode controlar com o seu programa. Prefira ajustar a iluminação externamente, mas se desejar utilizar o flash da placa, os primeiros 180mA pertencerão a ele em um brilho moderado. Se for na intensidade máxima, 310mA. Em qualquer circunstância, à 5V.

Em deep-sleep, o consumo é de 6mA. Modem-sleep, 20mA e light-sleep, 6.7mA.

Pinout

A câmera do ESP32-CAM ocupa um bocado de pinos, ainda preciso testar a possibilidade de utilizar o som junto, mas pelo que já tenho visto, será possível. Nos próximos artigos veremos projetos interessantes a respeito.

ESP32-CAM - pins

Na board, a disposição dos pinos está assim:

ESP32-CAM - pinout

A disposição de todos os componentes:

ESP32-CAM - board

Posição de encaixe da câmera do ESP32-CAM

O slot tem uma “tampa” preta que se move de forma radial. Isto é, não tente puxar para a frente, apenas abra como se fosse a tampa de um baú, podendo ser movida até 90 graus:

ESP32-CAM - slot

Procure caprichar no alinhamento do flat, tendo o máximo de cuidado possível, pois flat cable é delicado por natureza. O alinhamento adequado ajudará a evitar um curto na câmera. Encaixe o flat com a pinagem voltada para baixo. Basta estar olhando para a lente da câmera. Os pinos no slot estão na base:

ESP32-CAM - slot zoon

Após colocar devidamente alinhado, baixe a tampa sobre a câmera e empurre as bordas para dentro.

Firmware

A partir do próximo artigo começaremos os testes com a câmera e alguns firmwares diferentes para o ESP32-CAM, além de criar alguns projetos significativos, envolvendo inteligência artificial. Espero que acompanhe, já que fiz desse artigo uma simples apresentação, como faço com todas as novidades. No próximo é mão-na-massa!