12 de abril de 2021

Do bit Ao Byte

Embarcados, Linux e programação

Editores de vídeo grátis multiplataforma

editores de vídeo grátis

Com as experiências recentes, acredito que conseguiria escrever uma boa série de tutoriais de edição de vídeo, mas como disse, é muito recente e não quero passar a falsa impressão de que domino o assunto. Por isso, vou me ater a algumas dicas sobre editores de vídeo grátis que atendem perfeitamente a maioria dos produtores de conteúdo. Se estiver procurando por tutoriais, recomendo o canal Abrigo76 no Youtube.

KDEnLive

O KDEnLive é um editor feito em Qt, e o primeiro dos editores de vídeo grátis citados por uma razão que considero importante: Simplicidade e estabilidade. Apesar de levar o nome do KDE, roda em qualquer gerenciador de janelas. A edição de vídeo nele é bastante simples, e ele é bastante estável. Possui uma série de efeitos e composições, mas trabalha muito precariamente com textos. Ele renderiza usando a CPU ou a GPU. Permite fazer cache de mídia, tornando a timeline fluida para edições em pontos específicos.

O KDEnLive já teve mais recursos, como lower thirds, mas por alguma razão o recurso foi removido das versões atuais. A composição é satisfatória, mas o resultado visual dessa composição pode deixar a desejar, para quem já conhece ou utiliza editores de vídeo mais aprimorados.

Ambientes

O KdenLive dispõe de 5 ambientes de trabalho, no menu superior direito:

Ambientes do KDEnLive

O único ambiente que sempre usei foi o Editing. Só tenho dado atenção a outros ambientes agora que estou usando um outro software que discorro no próximo tópico.

Suporte a formatos de áudio e vídeo

O que mais impressiona no KDEnLive é o suporte a uma imensidão de formatos de áudio e vídeo, facilitando para quem edita, sem ter que se preocupar com conversão prévia de formato.

Efeitos e transições

Só uso dois tipos de transição: o Wipe e o Fade. Apesar disso, posso “citar” que tem uma série interessante de efeitos e transições. Uma composição que gosto de fazer pra representar coisa velha ou antiga está no início do vídeo “O botão da esquerda“.

Com um pouco menos de ênfase, usei uma composição semelhante no vídeo “ColorMixer“. A edição desse vídeo pra mim foi uma das melhores que fiz, mas teria saído muito melhor se tivesse usado o software que uso atualmente.

Proxy cache

O KDEnLive pode criar automaticamente proxy para a timeline em baixa resolução, poupando espaço e recursos e posteriormente renderizar a saída da edição em alta resolução. É sem dúvidas um excelente software. E gratuito!

Recursos online

Esse é um grande recurso, do qual fiz pouco uso, mas por falta de atenção mesmo.

O KDEnLive possui add-ons de templates, profiles, wipes e titles diretamente na interface, através do menu. É bastante cômodo para quem está editando, por não precisar sequer alternar janelas ou fazer instalações a parte.

Ele possui diversos outros recursos, mas como não é um artigo sobre KDEnLive, vou me ater a essas informações.

editores de vídeo grátis - KDEnLive

Ele está disponível para Linux, Mac OSX e Windows e pode ser baixado aqui.

Da Vinci Resolve

Esse é um dos editores de vídeo grátis mais impressionantes. Utilizado em Hollywood na versão “Studio” (sendo a versão Studio uma versão paga com alguns bons recursos a mais), o Da Vinci Resolve é fácil de usar, mas depende de uma pequena curva de aprendizado dos recursos oferecidos para já no primeiro dia de uso fazer uma edição bacana. Estou utilizando-o diariamente, treinando para fazer edições melhores. Até agora fiz pouca coisa. No vídeo “Maquineta para Banco Imobiliário com Arduino” dá pra ver alguns dos recursos básicos.

O primeiro efeito do início do vídeo está errado, posteriormente consegui acertá-lo e subi o vídeo de exemplo “Efeito com Da Vinci Resolve“, que é um vídeo de alguns poucos segundos mostrando o efeito correto, como se tivesse escrito com o dedo sobre o vidro embaçado.

A interface é repleta de recursos, mas não é necessário dominar nem 10% para se ter bons resultados.

editores de vídeo grátis - Da Vinci Resolve

Formatos suportados

Por se tratar de um software para cinema, a prioridade é atender os formatos utilizados, e nesse caso, pode ser um bocado assustador. Utilizando o codec padrão, um vídeo de 3 minutos ficou com 5.6GB! Mexendo em alguns codecs, foi possível tirar um vídeo .mov com pouco mais de 300MB. Mas a qualidade é espetacular!

Pra importar vídeos para o projeto é a mesma coisa. Tanto que tive que escrever um script que converte outros formatos para um que usa NDxHD, no artigo “Como converter vídeo para o Da Vinci Resolve 17“.

O Da Vinci Resolve também dispõe ambientes para diferentes recursos. Desse não dá pra escapar. Editar tem que ser em “Edit”, cortar tem que ser em “Cut”, Cores tem que ser em “Color” e daí por diante. Mas não é necessário dominar todos os recursos de cada ambiente para editar um vídeo de qualidade. Dá pra fazer slice do vídeo em Edit, mas não é a mesma coisa que usar o ambiente correto – apenas para não faltar com a informação.

O Da Vinci Resolve tem versões para Linux, Mac OSX e Windows. A versão 17 foi recém lançada (no momento do agendamento desse artigo, ainda era beta). Os vídeos acima e o vídeo “Goteira de Luz” foram feitos nele.

LightWorks

Esse é um outro editor fácil de usar, modesto em recursos mas bastante intuitivo para quem está começando a editar. Possui efeitos e transições, ambiente de efeitos, áudio e edição. Tem versões para Windows e Mac OSX, mas com certeza “tem” ou “tinha” uma versão para Linux, porque eu “tenho” ele instalado aqui:

editores de vídeo grátis - LightWorks

Versão para Linux. E aqui para MAC OSX e Windows.

InVideo

Esse é um editor online, com mais de 4000 templates e todos os dias tem mais. A versão online gratuita quebra um galho e dá pra fazer uns efeitos legais pra vinhetas ou até edições de efeitos mais elaboradas. Ainda pretendo elaborar essa vinheta e talvez ela torne-se a nova vinheta do canal, mas do jeito que está só tive que subir o logotipo e mudar o nome das redes sociais no vídeo “Exemplo de vinheta com InVideo“.

O link para o editor online é esse.

Extras: Efeitos sonoros

Na galeria de áudio do Youtube podemos encontrar músicas livres para os vídeos, suficientemente boas e em grande volume. O que falta mesmo é uma galeria de efeitos, mas sem problemas. Temos o FreeSound nesse link e o FreeSoundEffects nesse outro. Existem montes de outros editores, montes de links para downloads, montes de tudo. Só fiz essa introdução para poder servir de entrada, poupando tempo de pesquisa e mostrando algumas coisas feitas com eles.

Assim, acredito ter mostrado os melhores e mais populares editores de vídeo grátis do mercado. Tem outros? – Claro, montes, mas se não experimentou esses, vale a pena usar um dia ou dois para fazê-lo.

Revisão: Ricardo Amaral de Andrade