Cubo Tesseract – O cubo alien da S.H.I.E.L.D

Nas estórias da Marvel, o cubo Tesseract (primeira joia do infinito) é um objeto que possui a capacidade de transformar qualquer desejo em realidade, independente das consequências. O Tesseract é um cubo de energia cósmico (criado por Stan Lee e Jack Kirby). Já passou pelas mãos de Thanos, Caveira Vermelha, Doutor Destino, Magneto e gerou outros dois personagens a partir de seus fragmentos; o Kubik e o Kosmos. Entre tantas tramas, o cubo Tesseract, que havia sumido nos anos 40, estava no escritório do Fury (na S.H.I.E.L.D.), nos anos 90! Já foi para a sala do tesouro de Odin, quando Thor o usou para voltar para sua casa. Em Thor Ragnarok, Loki ofereceu o cubo Tesseract como moeda de troca para salvar a vida de Thor.

São tantas tramas que é difícil encontrar todas as aparições desse cubo Tesseract em um lugar só, mas no site Adoro Cinema tem um bom resumo.

Se não assistiu, recomendo a série “Agentes da S.H.I.E.L.D.” disponível no Netflix.

No filme “Homem de Ferro 2” ele aparece em uma descrição em um caderno. “Existiram” vários Tesseracts.

Bem, há poucos artigos anteriores escrevi sobre o Tesseract OCR, agora escrevo sobre esse projeto de criação parcial, do qual aproveito para discorrer sobre outros assuntos relacionados aos makers.

Se estiver interessado no assunto, comece por esse artigo da Wikipedia sobre o Cubo Cósmico.

Como fazer um Tesseract

Não fique triste, já me adianto em informar. O processo é trabalhoso, extenso e demanda uma série de técnicas e ferramentas.

CNC laser L560 da ECNC

Existem diversas CNCs no mercado, mas a ECNC é indústria nacional, que faz suas CNCs. E que CNCs, caros leitores!

Já falei um bocado dessa CNC nesse outro artigo, assim como fiz um vídeo de apresentação, caso esteja cogitando uma CNC laser. Mas vai além do que eu já escrevi e falei, e dou mais uma razão para escolher a ECNC.

Na primeira tentativa de corte da cúpula, inverti os parâmetros de riscar e cortar no software, o que me fez perder material. Como se não bastasse, retifiquei o lado errado do acrílico na mesa de tupia, que permite angulação. Mas a pior parte foi o momento em que a tomada do chiller (que refrigera o tubo laser) deu mau contato.

O tubo laser é a peça de reposição com maior custo, mas esse custo se dissolve no tempo. Um tubo da ECNC dura em média 10.000 horas. Mas se a temperatura passar de 25 graus, adeus tubo laser. Só que aí entra a qualidade efetiva do produto; as CNCs da ECNC possuem comunicação com o chiller. Quando deu o mau contato, a CNC imediatamente pausou o trabalho e exibiu no display “problema de refrigeração”. Conectei adequadamente o chiller e reiniciei de onde parou, sem prejuízos e sem perda de material. Maravilhoso!

Visite o site e conheça os produtos da ECNC.

Acrílicos e colas especiais Sinteglas

Os acrílicos especiais que utilizo são da Sinteglas. Recomendo fortemente, pelas experiências que já tive. Inclusive tem um vídeo que fiz sobre a fabricação do acrílico cast, disponível em nosso canal DobitaobyteBrasil , no Youtube.

Para fazer o cubo, optei pelo acrílico Sinteglas cujo código é MR722. Gravei pela parte de trás, de modo que fora removida somente a parte espelhada, deixando então passar a luz. O espelhamento é sensível à cola, por isso utilizei a cola S-310 de média viscosidade, garantindo que ela não ultrapassasse o limite da retífica. Tanto para o cubo quanto para a cúpula, fiz a retífica em 45 graus para dar um encaixe perfeito das partes nos ângulos de 90 graus.

A primeira cúpula fiz a retífica do lado errado, porque não considerei fazer a gravação invertida. O primeiro benefício é a gravação ficar por dentro da cúpula, evitando contaminação de poluentes na fissura da área gravada, e não desgastando com a limpeza periódica para tirar as marcas de dedos dos curiosos.

O processo de colagem de ambos é bastante complexa para explicar em um artigo escrito, mas basicamente deve-se manter a película do lado oposto à retífica para que seja facilitado o processo de montagem do cubo. Para a cúpula, utilizei a cola S-320/G, que garante uma colagem limpa, sem amarelamento e sem bolhas. Mas tem que saber a técnica, se fizer de qualquer jeito a colagem vai ficar uma b0st4 e a culpa vai ser sua. Tive a honra de receber um treinamento da Sinteglas para trabalhar com todas as ferramentas e insumos; tudo demanda treino, mas já estou bastante confortável com o trabalho, como poderá ser visto no vídeo.

Aqui você vê as colas disponíveis e suas características.

Acrílico cristal

O acrílico cristal é o acrílico transparente. Esse acrílico eu pego com a Cristal e Cores, que possui acrílico cristal em diversas medidas e espessuras. Tem acrílico um pouco mais barato que o deles, mas é reciclado, amarela, é extrusado; enfim, não compre porcaria, sempre use acrílico 100% cast.

Eu utilizei o acrílico cristal de 3mm. Uma medida abaixo seria o suficiente, sem sombra de dúvidas, mas eu gosto de trabalhar com 3mm pelo “corpo” que ele dá visualmente.

Eletrônica do cubo Tesseract

Essa é bastante simples. Utilizei um Atmel Nano e um NeoPixel 18 LEDs da UsinaInfo. Esse ring é fácil de manipular e é fundamental que seja LED endereçável pelo fato de multiplexar sem a necessidade de um circuito extra. Lembre-se que para apenas 10 LEDs RGB seriam necessários 750mA. Inviável.

Fiz uma boa introdução a respeito no artigo “breve manupulação de NeoPixel com Arduino“. Não tem erro.

O link direto para o NeoPixel é esse. Já o Atmel Nano (a palavra “Arduino” está sendo proibida pelo Olimpo) eu sugiro a compra na CurtoCircuito.

Vídeo do cubo Tesseract

Fiz um vídeo de apresentação do produto em condições de ambiente diferentes. Esse é o vídeo do cubo Tesseract, que está  disponível também em nosso canal. Aliás, se não é inscrito ainda, inscreva-se e clique no sininho para receber notificações. Em breve publico um vídeo da técnica de colagem da cúpula. Usei 3 tipos de colagem em diferentes partes, mas a cola utilizada na cúpula tem 3 técnicas diferentes, dependendo da aplicação. Farei mais vídeos mostrando esses detalhes

Qual a utilidade de um cubo Tesseract?

Uma coisa a considerar antes de qualquer compra é a razão pela qual a compra vale a pena ser feita. Esse cubo Tesseract é tanto um adorno para nerds que curtem Agentes da S.H.I.E.L.D e Marvel como para pessoas que gostam de decorações chamativas, ou simplesmente uma luminária para quarto de crianças, dispensando uma lâmpada acessa a noite toda. Antes de ver o preço desse gadget, veja as luminárias LED que estão à venda no Mercado Livre nesse link. E esses valores ainda são baixos porque certamente a maioria utiliza acrílico extrusado, que tem menor qualidade. Também são simplórios, não possuindo nenhum tipo de animação. Tem seu valor, mas não se comparam ao cubo Tesseract, certo?

Onde comprar o cubo Tesseract da S.H.I.E.L.D. ?

Pra chegar no resultado que apresento no vídeo a seguir, foi necessário um investimento altíssimo em equipamentos (para meus padrões), matéria prima e outros insumos, além de treinamento para aprender a dobrar, polir, retificar e colar adequadamente. Não é uma tarefa que qualquer um conseguirá fazer com eximia, infelizmente para os makers de plantão. Mas dá pra fazer algo similar, não desanime, se é seu intuito fazer um.

Esse cubo Tesseract estou lançando como produto. Não é um produto popular como fones de ouvido chinês no metrô, mas para ser chamado de “caro” precisaria no mínimo ter um condizente – e adianto, não tem.

Para alimentar minha vaidade, vou produzir apenas 20 peças e depois não faço mais. Isso significa que somente 21 pessoas terão esse cubo Tesseract (porque obviamente eu quero um também). E assim farei com toda minha linha de produtos, que entrará sempre na categoria PRODUTOS.

Não vou colocar o preço no artigo porque sempre tento manter meus textos atemporais, mas o link para bisbilhotar o produto no Mercado Livre é esse. Já adianto que o Mercado Livre é “terra sem dono”, cobram absurdos de taxas e lamento muito estar disponibilizando lá.

Com um valor um pouco mais ameno, com pagamento feito pelo Mercado Pago por boleto ou cartão.

Fiz para ser durável, o que significa que os LEDs poderão ser substituídos no futuro, bastando adquirir a peça de reposição. Sua fonte queimou? Sem problemas, troque o carregador! Além disso, a microcontroladora é programável e você poderá mudar a animação a contento, desde que lembre-se sempre de multiplexar para não drenar a alimentação toda do Atmel.

Outros produtos virão!

 

Revisão: Ricardo Amaral de Andrade

Djames Suhanko

Djames Suhanko é Perito Forense Digital. Já atuou com deployer em sistemas de missão critica em diversos países pelo mundão. Programador Shell, Python, C, C++ e Qt, tendo contato com embarcados ( ora profissionalmente, ora por lazer ) desde 2009.