Como ensinar programação para crianças

Esse é o último artigo da série de apresentações das IDEs de programação em bloco, cujo foco foi sugerir um caminho para ensinar programação para crianças. E pelo que pude notar, apenas o instrutor precisará de conhecimento (básico) em programação. Nos artigos anteriores relacionados discorri sobre programação em blocos com ESP32 e sobre o ArduBlock para programar Arduino. Vamos às estrelas de hoje.

Ensinar programação para crianças

Essas duas IDEs (Scratch e Scratux) são interessantes para aprender lógica, só que não servem para programar placas, é apenas visual, no computador. Mas devido ao ambiente com cenários, sons e animais, pode ser a melhor forma de ensinar programação para crianças.

Nesse artigo discorro sobre essas duas IDEs de aprendizado, colocando um pouco de opinião pessoal, mas sugiro que você mesmo as teste para formar a sua opinião. Nesse caso, considere apenas as apresentações.

Scratch

A versão do scratch para Linux está na 1.4, enquanto a versão 2.0 só está disponível para Mac e Windows. Já é o primeiro ponto negativo. A interface é simplesmente horrorosa, parece programa do começo dos anos 90, cheio de relevos rechonchudos, um monte de tons de cinza, montes de divisões de janela. Visualmente é bastante desagradável, lembrando também o início da internet, com um site cheio de frames abrindo no Netscape. Ao alternar o modo de janela, o aplicativo travou e tive que interrompê-lo por linha de comando.

Os componentes da janela são interessantes para crianças, talvez não seja tão convincente para seduzi-las devido a já estarem habituadas com as interfaces das tecnologias atuais. Entre os recursos encontramos movimento, aparência e sons, o que realmente ajuda a despertar interesse nas crianças, se engolirem a interface (acho que já enfatizei bem a questão da interface. Talvez seja um bom primeiro passo para treinar lógica antes de ir para microcontroladores.

Programação para crianças

 

Download do Scratch

Para baixá-lo, siga esse link e escolha a sua plataforma.

Scratux

Me parece explicitamente um fork do Scratch, porém a interface tem um acabamento mais agradável. Me motivei mais a fazer experimentações com o Scratux, nesse caso. Também tenho a impressão de que ensinar programação para crianças nessa IDE deve ter melhor receptividade.

Fazer uma programação no Scratux

É simples demais para quem já tem lógica de programação, de modo que é fácil repassar o conhecimento de forma visual com o auxílio dessa ferramenta. Para fazer um teste, criei uma animação (que estará disponível no vídeo de apresentação de 3 ou 4 IDEs das quais já escrevi a respeito anteriormente).

Para iniciar, devemos clicar em Eventos e então selecionar o bloco “Quando <bandeira> for clicado”. Depois alinhamos a lógica abaixo desse bloco e clicamos na bandeira verde para iniciar ou no octágono vermelho para parar. Existem mais formas de ação estão disponíveis, como teclado, basta dar uma olhada no menu Eventos. Outra coisa interessante é que cada componente adicionado na tela (com exceção do cenário) recebe seu próprio bloco de código. Isso significa que as animações são assíncronas, dando um visual bastante agradável para a animação.

Quando criamos variáveis, temos a opção de torná-las locais ou globais, além de exibi-las na tela. É uma ótima opção sua exibição, permitindo assim depurar a variável. Depois de pronto, basta desmarcar a caixa de seleção no menu Variáveis e ela não será mais exibida na tela. Nessa animação fiz um gato andando pelo deserto e ao avistar um copo d’água, ele se abaixa para tomá-la. Então algo irônico acontece, veja depois no vídeo.

Nos menus estão dispostos controles o suficiente para fazer um jogo, não tenha dúvidas de que agradará qualquer criança!

Scratux - programação para crianças

Download

Além do site oficial, o Scratux está disponível através do repositório de pacotes do Ubuntu (e provavelmente no de outras distribuições Linux). Se desejar instalá-lo via apt-get:

sudo apt-get install scratux

Vídeo

Agora sim, creio ter concluído as apresentações. Gostaria de ter apresentado também o Hackeduca, mas não funcionou nem no Linux e nem no Windows (tive que virtualizar um Windows pra ver se funcionava). Esse eu fico devendo.

Vou preparar um vídeo agora com todas essas IDEs, dar uma explicada e então eu disponibilizo o vídeo em nosso canal DobitaobyteBrasil no youtube. Se não é inscrito, inscreva-se e clique no sininho para receber notificações. Só pela animação feita no Scratux já compensará!

Djames Suhanko

Djames Suhanko é Perito Forense Digital. Já atuou com deployer em sistemas de missão critica em diversos países pelo mundão. Programador Shell, Python, C, C++ e Qt, tendo contato com embarcados ( ora profissionalmente, ora por lazer ) desde 2009.