CNC laser e acrílicos – a melhor opção

Tive um professor na universidade que um dia fez uma parábola um tanto estranha, mas levei para a vida.

-Certa vez um homem foi escolher um frango em uma avícola. Olhou para aquele monte de frangos e escolheu o dele. Então ele se virou e chamou o funcionário: Eu quero aquele frango de pescoço vermelho.

Ora, em meio a todos os frangos, ele sabia qual havia escolhido no primeiro momento, porque o frango de pescoço vermelho se destacava em toda uma população. Moral da história: Seja o frango de pescoço vermelho. Se diferencie, não se conforme em ser igual.

Contei essa parábola porque como vocês podem notar, os parceiros do blog se destacam cada qual nos produtos dos quais escrevo; ora por preço, ora por exclusividade etc. E nesse artigo tenho o orgulho de anunciar mais uma nova parceria, com a Sinteglas – fabricante de acrílicos translúcidos, coloridos e especiais. E não estou fazendo uma “propaganda padrão”. Eles são mais do que especiais; são únicos. E vou provar isso a cada um dos artigos que escreverei a respeito – já antecipando que os acrílicos das imagem de destaque são apenas uma ínfima parte de tudo que eles oferecem.

O que acrílicos tem a ver com projetos maker?

Tem tudo a ver. Nós transformamos as coisas e ter esse conhecimento extra pode nos abrir horizontes. Por exemplo, sensores de toque capacitivo por trás de uma peça em acrílico, cuja peça se tenha gravado uma marca, um site ou apenas uma informação como ON/OFF.

Em breve estarei apresentando alguns projetos importantes, incluindo cases para diversas placas, sendo todos esses projetos cortados em acrílico.

Com uma cola de silicone podemos ainda tornar um case IP67, uma vez que o material é impermeável.

CNC laser e acrílicos

Quando se fala em corte laser, o primeiríssimo material que vem à mente é o MDF. O MDF tem um custo insignificante, dá pra fazer excelentes trabalhos (como os relógios que tenho disposto em artigos já há algum tempo), mas tem uma contrapartida, que é o acabamento (ou a “falta” dele).

O MDF é o “frango de pescoço branco”, dependente de acabamento, seja por pintura, adesivagem ou entregue cru, como é feito com caixas e quadros artesanais. Mas e o acrílico?

Tipos de acrílico

É bastante complexo esse assunto e certamente disporei informações importantes distribuídas em diversos artigos. Mas tanto quanto possível (e sem me estender), vou fazer a introdução ao assunto da melhor forma para agora.

Basicamente, temos dois tipos de acrílico. O Cast e o Extrudado. O cast é feito por processo de fundição e é considerado o acrílico de maior qualidade. Mas a qualidade não está realmente atrelada ao processo utilizado e sim à qualidade da produção. Existe um processo de reciclagem de acrílico, no qual também se produz o cast, mas por se tratar de material misturado, a qualidade é menor do que o acrílico cast puro. Dependendo da aplicação, o reciclado é totalmente viável, mas se você compra acrílico cast prezando pela qualidade, considere comprar o 100% puro. Esse e um ponto que deve-se ter cautela, porque alguns vendedores oferecem o cast de menor preço sem dizer que é reciclado.

No caso do extrudado, alguns tipos são necessariamente produzidos dessa forma, mas do mesmo modo, a qualidade não deve ser desmerecida. É o caso dos acrílicos especiais produzidos pela Sinteglas, que recebem uma laminação especial para alguns tipos de textura. Mas vai muito além disso.

Tenha em mente que nenhum outro fornecedor de acrílicos produz ou vende uma variedade tão grande quanto a Sinteglas. São mais de 250 tipos de acrílicos, sendo que só a linha espelhada de 2019 conta com 24 tipos diferentes.

Vou colocar aos poucos a variedade para não poluir demais o artigo com imagens, mas acredite, nenhum outro oferece essa vasta gama de opções.

Além dos modelos de linha, ainda é possível solicitar sua personalização; um tom específico baseado em uma paleta Pantone para atender clientes que tenham logotipo registrado, ou com o envio de uma peça eles tiram a amostra da cor para produzir suas chapas de acrílico conforme desejado.

Há também uma variação enorme de espessuras, indo de 1mm à 12mm. Eles fornecem chapas de tamanho diferenciado, o que permite também cortes em CNCs de menor porte, sem ter que cortar uma chapa de 2m x 1m, como tradicionalmente é vendido pela maioria dos fabricantes.

Cortar acrílico ou MDF?

Se você quer ser o “frango de pescoço vermelho”, com certeza acrílico. O material já sai acabado do corte, bastando montar e entregar o produto. O que pode ser mais prático que isso?

O custo é evidentemente maior que o MDF, mas não é representativo se você entrega mais do que um porta-jóias. Se só tem feito caixinhas em MDF,  experimente cortar uma caixinha em acrílico e veja por você mesmo o quanto seu produto se valoriza. O trabalho vale o que ele custa, não prostitua sua mão de obra, e a seleção do seu público fará jus ao preço de seu produto. E não estou falando de valores discrepantes, não se preocupe porque seu trabalho não dobrará de preço por conta do material.

Não cito preços nos artigos para que eles sejam atemporais, mas se você vai adquirir seu material na Sinteglas, sua opção por acrílico será viável. Não só pelo preço e qualidade. Explico.

Corte em MDF

O MDF tem um problema sério para quem corta; ele é extremamente fedido, tóxico, cancerígeno. Ainda assim é uma opção, claro. Mas particularmente, pretendo não correr os riscos.

O MDF encarde a CNC, os espelhos, o exaustor. O cheiro impregna nas paredes, na CNC, na pele e no nariz. É realmente desagradável, ainda mais quando cortando em ambientes de menor dimensão. Se vai cortar em um galpão extremamente ventilado, esses fatores serão minimizados.

Corte em acrílico

O acrílico não tem alta toxidade. Claro que cheirar qualquer coisa que não seja oxigênio pode ser prejudicial. Aliás, até oxigênio puro é prejudicial à saúde, mas o acrílico pode ser cortado sem maiores complicações. Pessoas que trabalham há décadas com acrílico continuam vivas. Presumo que décadas cheirando MDF seria um feito digno do Guinness Book.

Comprar acrílico nacional ou importado?

Como tudo nesse mundo, acrílico também pode ser importado da China. Mas como citei anteriormente em um artigo da ECNC, a China tem produtos de primeira linha até o extremo oposto, pela questão de competitividade. A máxima “o barato sai caro” se aplica bem aos produtos de menor custo. A chapa de acrílico importada pode parecer muito bonita no mostruário, porém seu uso pode revelar suas deficiências de maneira muito explícita, como no da imagem abaixo:

Daí pode-se optar por importar um material de melhor qualidade; mas como constatar o tipo de material sendo importado? Pode ser difícil determinar e além disso o custo se eleva. Daí, importar invés de comprar da indústria nacional pode ser nula a vantagem. Temos diversas empresas que fabricam acrílico no Brasil e o material é de muito bom à excelente, com exceção da Sinteglas, cujo material é espetacular! Não estou exagerando, mostrarei isso aos poucos, com artigos e (inevitavelmente) com vídeos, que serão feitos em um galpão da fábrica, junto ao Edu Fiasco, o especialista no assunto.

Vantagens do acrílico

Estou realmente em êxtase com o acrílico. Até então eu estava optando por esse material para corte laser pela questão de toxidade e cheiro, mas após conhecer um pouco mais sobre o assunto, tornou-se minha nova paixão.

O acrílico por sí só já tem seu acabamento. A CNC laser deixa o corte perfeito, como se a peça de acrílico fosse feita no formato do corte. E dá pra melhorar ainda mais, como me mostrou o Edu Fiasco, em um polimento em uma borda de acrílico.

Outra coisa importante é que esse material permite manutenção, então se sua empregada passar palha de aço  para limpar sua peça, um polimento poderá restaurá-la. Por diversas vezes.

O acrílico permite dobras, soldagem com colas específicas (também escreverei um artigo sobre isso), polimento, composição de camadas (com fita dupla face específica ou cola), pintura (já não é “aquela beleza”, além de que a Sinteglas já faz o acrílico do jeito que sua imaginação permitir), furação, personalização com tupia.

O acrílico tem boa resistência, flexibilidade e uma beleza incomparável. Para ter uma ideia de resistência, o aquário de São Paulo no bairro do Ipiranga, usa acrílico no tanque dos tubarões. Aquela imensidão transparente é um acrílico de 80mm com emenda, feito pela Sinteglas. O esforço exercido sobre o acrílico equivale a 10 tonelas!

Durabilidade do acrílico

A Sinteglas já está a meio século atuando no mercado e em de seus trabalhos em acrílico está há décadas no mesmo lugar, em uma rodoviária, ao tempo, sem deterioração. Cuidados sempre é bom ter, mas dá pra ver que o material é durável, permitindo a criação de produtos sem comprometer-se com qualidade do conjunto.

Onde comprar acrílico da Sinteglas?

Você pode acessar o site, contatá-los das formas disponíveis e escolher seu material. Como nada é perfeito, no momento desse artigo o site da Sinteglas está com problema de desenvolvimento, mas em algum momento será corrigido. Independente disso, a qualidade do material não deixa espaço para críticas, conheci o galpão e farei um artigo sobre a fábrica, assim que for visitá-la. Pode comprar sem medo!

Próximo artigo relacionado

Preciso discorrer sobre as técnicas em acrílico, dicas de corte, tabus, colagem, sobreposição, acabamentos, ferramentas e ideias. Além disso, alguns dos projetos que faço serão disponibilizados para clientes da ECNC e da Sinteglas. Peça os já disponíveis quando for comprar.

Vídeo

Em breve disponibilizo no canal DobitaobyteBrasil no Youtube um vídeo de apresentação de alguns dos materiais já em mãos, mas mostrarei muito mais ao longo dos artigos. Entre no canal e inscreva-se. Clique no sininho para receber notificações e aguarde as novidades!

Djames Suhanko

Djames Suhanko é Perito Forense Digital. Já atuou com deployer em sistemas de missão critica em diversos países pelo mundão. Programador Shell, Python, C, C++ e Qt, tendo contato com embarcados ( ora profissionalmente, ora por lazer ) desde 2009.