Webserver para o ESP8266 AFIntelliLight

O artigo de hoje traz duas informações interessantes. Uma é em relação a um comportamento do MicroPython e o outro, sobre como economizar uma bela grana rodando seu próprio webserver diretamente no ESP-01 rodando MicroPython, de forma a não precisar da aplicação para Android e assim você poderá comprar apenas o AFIntelliLight.

É muito certo que você tenha lido o artigo anterior, mas se não o fez, poderá fazer clicando nesse link. Nele você encontrará todas as informações necessárias sobre a manipulação do AFIntelliLight, encontra todos os detalhes necessários para a instalação do firmware MicroPython no ESP-01 (é mais fácil que instalar um programa no Windows, acredite) e tudo o mais relacionado.

Onde comprar o AFIntelliLight

Preste atenção nesse parágrafo; clique nesse link para ir ao produto sem o software Android.




Agora se quiser ver o quão absurdamente mais caro é o mesmo dispositivo com o app, clique aqui.

 

Atenção!

Hoje tem promoção especial devido ao artigo no site, não perca essa oportunidade!!!

Permita-me perguntar; vale a pena ou não colocar você mesmo um webserver?

O funcionamento atual é para acionar o relé do dispositivo acessando-o através de seu IP, mas você pode inserir no código o link para os outros dispositivos disponíveis na rede. Assim, você clica em “IntelliLight Sala” e vai para o controlador da sala. Daí você quer acionar a luz de fora da casa e simplesmente clica em “IntelliLight Quintal” e vai para o controlador do quintal, assim você controla a casa inteira rodando um webserver totalmente free. E até a interface você poderá melhorar (coisa que não é difícil, considerando a aparência atual)!

código do webserver

Para baixá-lo, simplesmente vá ao git da AF Eletrônica, clicando aqui. O procedimento é simples:

  • Instale o firmware disponibilizado por mim
  • Habilite o WEBREPL
  • Transfira o arquivo AFwebServer para o MicroPython
  • Execute-o manualmente ou no boot.py

As informações necessárias podem ser vistas nesse artigo, mas atenção!!! Use o webserver supracitado, não o do link das informações necessárias, porque o outro webserver é para o Yunshan.

Dica sobre o comportamento do MicroPython

Tive uns probleminhas chatos com o código do webserver porque eu não conseguia fazer essa substituição:

E não havia percebido por um bom tempo que o problema era o comportamento do MicroPython. Então eu utilize o replace invés disso. Isto é, invés de utilizar “%s”, utilizei 4 underlines:

Portanto, você pode criar chaves de substituição específicas para tudo que precisar ser substituido no código HTML.

Iniciar o webserver

Simples interface web
Simples interface web

Para iniciar o webserver é simples, tanto pelo boot.py como manualmente. Basicamente você precisa importá-lo e iniciá-lo:

Depois disso você poderá acessar o ESP8266 pelo browser.

Se precisar de informações sobre a configuração de rede, no link de referências citado mais acima você encontrará tudo, mas basicamente o que você precisa fazer após acessar o firmware pela serial é isso:

E com isso ele receberá um IP via DHCP a cada boot, sem mais configurações.

 

Inscreva-se no nosso newsletter, alí em cima à direita e receba novos posts por email.

Siga-nos no Do bit Ao Byte no Facebook.

Prefere twitter? @DobitAoByte.

Inscreva-se no nosso canal Do bit Ao Byte Brasil no YouTube.

Nossos grupos:

Arduino BR – https://www.facebook.com/groups/microcontroladorarduinobr/
Raspberry Pi BR – https://www.facebook.com/groups/raspberrybr/
Orange Pi BR – https://www.facebook.com/groups/OrangePiBR/
Odroid BR – https://www.facebook.com/groups/odroidBR/
Sistemas Embarcados BR – https://www.facebook.com/groups/SistemasEmbarcadosBR/
MIPS BR – https://www.facebook.com/groups/MIPSBR/
Do bit Ao Byte – https://www.facebook.com/groups/dobitaobyte/

Projetos Arduino e Eletrônica – https://www.facebook.com/groups/projetosarduinoeletronica/

ESP8266 BR – https://www.facebook.com/groups/ESP8266BR/

Próximo post a caminho!

Comments

comments

Djames Suhanko

Djames Suhanko é Perito Forense Digital. Já atuou com deployer em sistemas de missão critica em diversos países pelo mundão. Programador Shell, Python, C, C++ e Qt, tendo contato com embarcados ( ora profissionalmente, ora por lazer ) desde 2009.